segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Medo...



O medo é algo que nos impede de agir, é uma sensação de impotência que nos faz ficar estáticos e sem voz.
Quantas situações não poderiam ser mudadas se todos tivessem coragem de falar? Quantas injustiças não teriam sido cometidas se todos tivessem coragem de agir?
O fato é que diante de inúmeras situações a sociedade em geral se cala, por medo! Medo de algo dar errado, medo de não adiantar para nada, medo de se prejudicar. Medo, medo, medo...
Da onde vem essa sensação ruim? Por muitas vezes acaba sendo uma condição imposta pela sociedade. Deparamos-nos com ‘super heróis’ e temos medo de não nos igualarmos a eles, ou até mesmo vemos os ‘lixos da sociedade’ e temos medo de acabar nos tornando iguais a eles.
A mídia não é culpada por estarmos a par de tantas desgraças que ocorrem, mas sim os próprios protagonistas das informações. O povo está se calando diante das coisas por medo de não ser ouvido.
Isso tem que mudar!
Nós, futuros jornalistas somos taxados como “O Quarto Poder” não é verdade?!
Vamos usufruir desse poder para em um futuro próximo mudarmos esse mundo retraído, e assim quem sabe, construirmos uma sociedade mais ativa e revolucionária!

9 comentários:

Layra disse...

giii!
ficou muito bom mesmo o texto..
e nós como futuras jornalistas vamos mudar isso, conseguir talvez não, mas tentar sim!
beeijoo xuu
adooro:*

Q-Q disse...

Gi..
otiumo o texto
mto real, mais eu acho q cada vez mais as pessoas tem medo por causa do mundo q esta ficando mais violento..e da forma q as noticias são exposta para nos.. Mtoo bom o texto...uhull..

beijooo

Camila disse...

O importante é que temos esse espírito corajoso e inovador den tro de nós! Viva a nossa geração de jornalistas! \o/

Boa sorte nessa jornada...
Bom sorte com o novo blog!

Bjsss té mais

Thaise Graciano disse...

Oiii Gii!!!

Adorei seu texto, principalmente porque toda essa parte de medo de agir e se rebelar me lembra o interdisciplinar discutido ontem. É verdade, temos que agir para não sermos esmagados, não adianta ficar quieto e com medo.

Parabéns ;)

BeeijOooo =]

Vanessa disse...

Oiii Gisi...
Ficou ótimo seu texto, vc como sempre tem o domínio das palavras, sem contar que é uma profunda realidade tudo que esta escrito, o medo é superior a tudo, mas essa realidade tem que mudar...se vai conseguir não se sabe, mas nada impede de tentar. Todos sabem que se calar é mais fácil, porém não é a melhor saída.
Bjo Bjo te adoro!

parabéns!!!

Eliezer Leal disse...

Gisele !!!!!!

Parabéns pelo texto. Muito bom!!! E para todos nos quero dizer que realmente estamos vivendo em meio a pessoas medrosas e pessoas que nos trazem medo. Por isso sempre digo que não importa o que estamos vivendo em nossas vidas temos que fazer alguma coisa!!!!

Se não puder passar por cima, passe por baixo, dê a volta por cima, vá pela direita, vá pela esquerda. Não devemos ficar encolhidos com medo de errar.

Se não puder obter o material certo, vá procurá-lo.
Se não puder encontrá-lo, substitua-o.
Se não puder substituí-lo, improvise.
Se não puder improvisar, inove.
Mas, acima de tudo, faça alguma coisa!

Há dois gêneros de pessoas que nunca chegam a lugar nenhum: as que não querem fazer nada e as que tem medo e só inventam desculpas.

Abraço para todos.....

Parabéms Gi........

Eliezer Leal disse...

Por lado encontramos pessoas que nos ajudam e nos contagiam com sua alegria, disposição e acima de tudo vontade de correr atrás em busca da realizão de seus sonhos.....

Uma dessas pessoas é vc Gisele....
De coração lhe desejo tudo de melhor que a vida pode nos oferecer.....

Parabéns pelo Blog...

Fernando disse...

hmmm nao so nenhum expert né
mas pelo o que eu lii
ta baoo heimmm, a gii vai muitoo como jornalista :D
e o tal do 4° poder, quem sabe né, ae é voces que vao decidir

bomm é issoo
bjoo garotenhaa
se cuidaa

Cyntia disse...

Concordo com vc Gi. O problema é que já nascemos numa sociedade "acomodada" e isso nos induz a agir como os outros, ou seja, calar ao invés de agir em benefício próprio. Porém, com o passar do tempo, quanto mais adquirimos conhecimento, mais temos as armas para lutar a favor de nossos ideais em nossas mãos.
Para que essa tarefa se cumpra, o trabalho do jornalísta é de suma importância. Como uma futuras jornalistas que seremos, posso dizer, que com certeza faremos a diferença na nossa profissão para o futuro da sociedade!
Bjão*