quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Pensamentos voam como o vento

Então pessoal.. essa música que eu vou colocar é um rap que na minha visão tem uma letra iraaaada. Foge um pouco do que estamos costumados a escutar, por isso vale a pena refletir..
Vou deixá-la pra vocês darem uma lida e no próximo post eu comento um pouco sobre o que essa letra significa no meu ponto de vista:

Pensamentos... voam como o vento, Pra se livrar não lembrar de maus momentos,Gostar... gostar de alguém, se preocupar, querer o seu bem.

Pensamentos, parei para escrever os meus pensamentos,Olha só pra você ver o que escrevi .Me encontro em momentos de dificuldade,Conflitos em meio a sociedade.Da casa pro trabalho, do trabalho para casa,Assim todo dia rotina que indesejada, mas vamos lá,Vamos lá, não pode desistir e não pode desanimar.

Aquela voz me avisando, me alertando,E eu já daquele jeito na rua observando,Falo isso sempre com muito carinho, meus pais,Que graças a Deus ainda vivos.Necessidade pra gente já é normal,A gente sabe desse jeito até o final.Só que viveremos com dignidade,Pois somos ricos de pensamentos, sonhos de verdade.Pobres, de onde viemos vielas e becos,São milhares que nascem, morrem no gueto,O coração aperta o bem ambicioso, da vida nada se leva

E quando vai deixar pros outros,Acredito em DEUS assim vou continuar. Obrigado meu Pai pelo meu rap eu cantar,Lá no rio, 2001, um preto emocionado,E derepente um lindo desabafo,Parado, reto, de cabeça erguida, mostrando para gente. Como a vida nos ensina,Com os braços levantados as mãos fechadas ao decorrer das suas palavras dos olhos caíam lágrimas.Toni Tornado não esquecerei desse momento que nascemos. Verdadeiros e desse jeito morreremos.Eu católico, apostólico e romano ele dá valor a isso,Sei amar todo ser humano.

Parei para refletir, e viajei,Fatos do passado vários que não acreditei,Como é bom guardar na recordação.Independente de tudo aprender a lição.Sonhos, muitas vezes não realizava, lágrimas no rosto, decepção amarga,Mas mesmo assim algo dentro de mim me dava forças,E eu continuava

Que eu consiga no rap ir até o fim,É como meu filho Vinícius que faz parte de mim,Olhar as pessoas que respeito e me orgulhar,Ter a minha mãe ao lado pra me espelhar.Felicidades, tristezas pelas duas chorei,E, no entanto, na caminhada eu continuei.Da menina da escola, a mina que sobe no palco e rima,Se tem um objetivo lute que DEUS ilumina.As discriminações que já sofri, quem me olhou com os maus olhos,Não pôde me impedir, pois eu reflito, viajo em meus pensamentos,E aprendi que tudo tem o seu momento.

Quem nunca na vida imaginou, que um dia, o tempo parou.Pensamentos...Voam como o vento...Pra se livrar não lembrar de maus momentos,Gostar... gostar de alguém, se preocupar, querer o seu bem.O primeiro sorriso, a primeira palavra,Não desgasta, não há grana que paga.Tudo isso faz parte da vida, força pra subir, coragem nadescida.A senhora, agradecida, por alguém atravessar com ela a esquina.O vovô triste isolado, no asilo não sendo visitado.Uma pessoa gorda, quase obesa, vendo a novela cheia de incerteza.

O mano sem as pernas em cima do skate,os outros cansados encostados na parede.Tudo que vai... volta,Sorrindo com a vitória, chorando na derrota.Pensa, relembra, talvez se arrependa,...desta vez aprenda.Quem perdoa será perdoado, quem magoa será magoado.Sei que é difícil parar e escutar, assumir um erro tentar

Concertar.Ódio e amor próximos vão vivendo.Nada mais nada menos, pensamentos...

SNJ - PENSAMENTOS

2 comentários:

Cyntia disse...

Bem legal a letra, Gi! Retrata bem a sociedade de hoje sob o ponto de vista dos menos favorecidos.
Tôcuriosa pra saber seu ponto de vista, hehe!
Bjuu querida

Layra disse...

muitoo boaa a letra xuu! e olha que eu não gosto de rap!
hehee
beeijaoo
:****
quero ver o proximo post tb=)